Envolvimento

Revista Arco

Padecer no paraíso em dobro? Mas ainda hoje penso como deve ser mais leve essa jornada para quem tem alguém ao lado no dia a dia. Na antiga escolinha da minha filha, para mim, no começo, era difícil falar, por exemplo, para os pais dos amiguinhos dela que eu era sozinha. E nem era por culpa deles. Ninguém nunca me julgou. Esse eco da família ideal inconscientemente me acompanhou na vida adulta. Chega até a ser tragicômico. Eles passam pelos mesmos percalços? Era esperado que as mulheres tivessem filhos, ficassem em casa, fossem prendadas.

Mulheres brasileiras procuram 382242

PUBLICIDADE

A equipe da BBC News Brasil lê para você algumas de suas melhores reportagens Episódios Fim do Podcast A aposentada conta que posteriormente descobriu a identidade do homem. Fiquei muito magoada, diz. Josefa conta que a filha foi doada no dia em que nasceu, em 11 de janeiro de Ao falar sobre a saudade da filha, ela se emociona. Anos depois, Josefa começou a procurar pela garota.

Gravidez após abuso

Clique na Imagem e seja bem-vindo! Nove sessões para ajudar você a escolher. Por que reverteram a tradicional seqüência amor, casamento e filhos? Essas e outras perguntas, Hertz responde a tomar. As mulheres que entrevistei, em grosso, se tornaram independentes por volta dos 20 anos, eram graduadas e estavam no mercado de trabalho. Estavam felizes com a vida que levavam, mas sentiam que o relógio biológico estava batendo. Algumas das que entrevistei decidiram por volta dos 32 anos. Por quê?

119 120 121 122 123
Comentário

Leave a Reply